Monday, 29 November 2010

O mestre, Ovideo

“A espera, quando não é demasiada, aguça sempre o amor. Não cedas com demasiada facilidade às solicitações de um pretendente, mas não recuses com dureza as suas súplicas. Procede de modo que receie e espere, simultaneamente, e que, em cada resposta, mais se encha de esperança e diminua o temor.”

Ovídio (A Arte de Amar)


No comments:

Post a Comment